Mudanças no blog

Mudanças - imagem: MoodBoard/Corbis

Hoje, o blog está fazendo 6 anos!

Sim, há seis anos comecei a escrever esses artigos, como parte da estratégia de divulgar a minha empresa da época e ajudar a compartilhar conteúdo que pudesse ser útil para quem quisesse ter uma loja virtual com Magento. É clichê dizer que muita coisa mudou nesses seis anos. Naquele mesmo ano de 2010, encerrei o desenvolvimento de lojas, priorizei a parte de consultoria e marketing digital, busquei me colocar em empresas, voltei a fazer lojas, escrevi quatro livros, passei a dar palestras, escrevi um blog em inglês (por um ano, mas escrevi)! Ufa!

O importante é que novamente chega a hora de esse blog passar por mudanças. Há alguns meses, tenho encontrado dificuldades para escrever novos posts. Não porque falta inspiração, mas porque faltam assuntos novos, que eu ainda não tenha abordado. Cheguei a um ponto em que há tanto conteúdo por aqui, que começo a me repetir. Mesmo que possa colocar novos olhares sobre velhos assuntos ou testar novas tecnologias, fatalmente me sinto caindo no mais do mesmo.

Também estou precisando de tempo para cuidar de outros projetos. Devo publicar um novo livro ainda esse ano e tenho mais duas ideias para serem trabalhadas nos próximos dois anos. Por isso, nesse sétimo ano do meu blog, vou tentar fazer diferente e decidi criar tutoriais relativos a lojas virtuais. Será sempre um tutorial completo por mês, dividido em quatro capítulos, publicado sempre às quartas-feiras pela manhã. Minha intenção é montar tutoriais completos, com o passo-a-passo para resolver determinada situação, como meios de pagamento, logística e produtos. O primeiro deles está pronto e vai ao ar amanhã!

Independente disso, continuarei postando notícias sobre livros, cursos e palestras por aqui. A partir de julho, também começo a escrever no blog da Clix, uma empresa de lojas virtuais sob demanda, onde você pode ter sua loja virtual completa a partir de R$ 159,00 por mês. Vamos em frente, porque sempre há mais para fazer e aprender! Vida longa ao comércio eletrônico e ao empreendedorismo!

Colocando conteúdo em um blog

Blog + Loja Virtual - imagem: CorbisDefendo uma corrente que diz que loja virtual é loja virtual e blog é blog. Algo como “se compra onde se tem produtos para comprar” e “se informa onde se tem conteúdo para se informar”. Em áreas separadas, distintas e bem claras. Talvez seja por isso que se encontra tanta dificuldade para se vender no Facebook: quando as pessoas estão na rede social, suas mentes não estão preocupadas com compras mas sim com diversão e lazer.

Certo, isso não quer dizer que você não consiga vender no Facebook. Seria mais ou menos como um passeio no shopping, com a questão do impulso. Se a pessoa foi ao shopping para comer ou assistir um filme (igual a “passear no Facebook”), você pode tentar mostrar uma oferta imperdível em sua vitrine (igual a um “anúncio no Facebook”). Mas diferentemente de alguém que vai ao shopping para comprar um produto, ninguém vai ao Facebook para comprar um produto.

Sem fugir do assunto, essa é uma das razões pelas quais eu defendo que loja é loja e blog é blog, com domínios separados, layouts separados, conteúdos bem distintos. Nessa estratégia, você entrega, sem cobrar nada por isso, conteúdo de qualidade para potenciais clientes, acreditando que com isso terá mais chances de formar um público e vender seus produtos.

Quando estiver montando o blog para sua loja virtual (e assumindo que você já está convencido de que vale a pena ter um blog ao lado de sua loja virtual), comece tendo em mente que o conteúdo deve ser imparcial. No blog, você não deve fazer propaganda de seu produto ou sua loja, mas sim apresentar os produtos que você vende em uma maneira isenta, mostrando seus prós e contras. O leitor chegará até seu blog buscando obter informações verídicas, que o auxiliem na construção de suas decisões.

Se você começar a mostrar apenas os produtos que você vende e desconsiderar os produtos concorrentes, ou artificialmente dourar a pílula de seu produto, os leitores perceberão e sua credibilidade afundará. Sem credibilidade, sem leitores. Sem leitores, sem potenciais compradores.

Mescle o conteúdo apresentando comparativos de produtos, análises de mercado, tendências, opiniões especializadas. Você deve conhecer seus produtos e portanto pode escrever boa parte desse conteúdo em primeira pessoa, compartilhando suas experiências. Você não precisa escrever todos os artigos e nem escrever um artigo por dia, mas suas opiniões sinceras emprestarão credibilidade aos artigos.

Busque também outros artigos técnicos que foram feitos para os produtos que você vende. Se você vende artigos de informática, há bons sites que fazem esse tipo de artigo. Uma boa estratégia para gerar conteúdo de qualidade é comentar o artigo original, dando seu ponto de vista, sem esquecer de informar aos leitores que você está se baseando em outro artigo.

Abra também espaço para os leitores, para que eles compartilhem suas opiniões, mesmo que eles digam que o produto que você vende é uma droga. Esqueça a mentalidade fechada de que se você incentivar o comentário por parte dos leitores e eles falarem mal, seu negócio está arruinado. Não acredite que só existe o seu site, seu blog, sua loja. Se os compradores não gostarem de seu produto, eles poderão reclamar em inúmeros outros sites.

É melhor deixar o espaço aberto em seu blog, de forma que isso possa ser confrontado em uma maneira justa. Além disso, sempre desconfiamos quando todos falam bem de um produto. Nesses anos de experiência, aprendi a identificar os comentários artificiais, feitos sob medida para elogiar um produto que não vende.

Um blog deve ter regularidade, isto é, ter publicações constantes. Além de acostumar os leitores e ser interessante para o posicionamento no Google, é sempre legal quando vemos um blog que tem posts atualizados. Você desconfia de um blog em que a publicação mais recente é de um, dois anos atrás, e começa a questionar se aquele conteúdo ainda é válido. Para isso, monte uma agenda de posts e vá escrevendo com certa antecedência, de modo que o blog não fique às escuras se você não puder escrever por uns dias.

Entenda o blog como uma ferramenta de marketing! Você pode escrever os próprios artigos e isso consumirá tempo. Você pode contratar uma agência ou um redator para escrevê-los e isso consumirá dinheiro. Porém, garanto que não é dinheiro jogado fora, pois um blog com conteúdo de qualidade tem grandes chances de ser bem indexado pelo Google e isso se traduzirá em visitas orgânicas, que não custam nada para você (ao menos diretamente).

A partir do blog, busque formas de conduzir seus leitores para sua loja: posts que falam de determinado produto podem ter links para aquele produto; comparativos levam para os produtos comparados; posts promocionais levam para categorias promocionais; posts sobre determinada marca conduzem o visitante a uma página com os produtos daquela marca. Tudo isso deve ser feito sem exagerar, é claro, e há dois ganhos aqui. Além da visita desses leitores, você ganha links de qualidade, herdados do seu blog (que provavelmente será considerado um site de qualidade).

Última coisa: depois de começar, não pare! E não desista no primeiro ano! Esse é um processo que dá trabalho e leva de dois a três anos para dar os primeiros resultados, mas acredite, depois que você estiver bem posicionado, não é difícil manter o patamar.

Novo blog em inglês

Você que visita esse blog frequentemente já deve ter percebido que temos novidades no visual, não? No começo desse ano, resolvi dar uma repaginada (a última mudança foi na metade de 2011), definindo um logotipo para blog, organizando melhor o conteúdo e implementando algumas melhorias na navegação. Mas a grande novidade não está nesse blog em si e sim, em um “novo irmão”. Há pouco mais de um mês, coloquei no ar um novo projeto! Comecei um blog em inglês, o Andre Gugliotti’s blog

blog do André Gugliotti em inglês - imagem: reprodução

Digamos que eu refleti bastante sobre essa empreitada (e também adiei esse projeto por  mais de um ano). Considero que ainda estou longe de ter um inglês avançado – apesar de me defender bem, consigo manter conversas, compreender e me expressar corretamente, mas faltam as expressões que um nativo utiliza em seu dia-a-dia e que fazem a diferença na qualidade de um texto. Ainda assim, achei que chegou a hora de começar um segundo blog, todo em inglês.

Continue reading “Novo blog em inglês”

Implantando um blog com sua loja Magento

Domínios à venda - imagem: blogalize.netNa semana passada, eu publiquei um artigo convidando lojistas a montarem blogs junto com suas lojas virtuais. Nele mostrei que um blog tem a habilidade de atrair público qualificado para o seu conteúdo e servir de trampolim para sua loja virtual, melhorando a performance e aumentando as vendas. Mas como implantar esse blog? Quais as melhores formas de instalar um blog junto com sua loja Magento? Antes de pensar na ferramenta, vamos ao conteúdo que seu blog deve ter.

1) Pensando no conteúdo do blog

Você vai começar a escrever o blog para divulgar seus produtos e promover sua loja virtual. Essa é uma estratégia que traz muitos resultados se for bem pensada. Antes de lançar a ideia, lembre-se que:

  • Você deve ser imparcial ao escrever os artigos: não importa que seu conteúdo é patrocinado por sua loja virtual, é preciso que ele seja verdadeiro e que saiba mostrar os prós e contras de seus produtos. Acredite, seus clientes não deixarão de comprar o produto se você mostrar seus defeitos – desde que, obviamente, as vantagens do produto compensem.
  • Continue reading “Implantando um blog com sua loja Magento”

Que tal ter um blog junto com a sua loja Magento?

Blog com Loja Virtual - imagem: Fenix 1984/iStock VectorsVocê quer trazer mais gente para a sua loja virtual? Você quer que sua loja virtual seja bem posicionada no Google e que assim você consiga atrair visitantes através da busca orgânica? Você tem feito isso, até consegue trazer pessoas mas o resultado em vendas é bem menor do que você gostaria? É muito provável que seus esforços estejam sendo gastos na direção errada.

Já falei algumas vezes aqui no blog sobre o funil de vendas. De modo resumido, nem todos os clientes estão prontos para comprar o seu produto: muitos deles ainda nem sabem como o seu produto pode resolver seus problemas e a maioria ainda está na fase da pesquisa. Isso significa que não adianta você trazer clientes para sua loja virtual enquanto eles ainda não estão prontos ou quase prontos para comprar. Especialmente se você for pequeno e não tiver grandes verbas de marketing, é melhor centrar todos os esforços para mostrar aos potenciais clientes que você quer realmente ajudá-los a solucionar um problema e não apenas vender um produto. Para isso, nada melhor que um blog.

Continue reading “Que tal ter um blog junto com a sua loja Magento?”

Como eu faço esse blog?

blog - imagem: Rubberball/Mike KempEm maio do ano que vem, esse blog de Magento e e-commerce completa 3 anos… é bastante tempo para um blog, até porque eu o mantenho realmente atualizado, postando ao menos uma vez por semana, toda semana (e nas semanas mais tumultuadas já cheguei a bater em 4 posts). Não, não quero me vangloriar em relação a isso até porque há blogs muito mais ativos que o meu, mas acho que já consegui me destacar da “multidão” e fico muito contente de ter conseguido manter o projeto e fazê-lo crescer.

(confesso que nesse segundo semestre de 2012 estou meio descuidado; as tarefas acumularam-se de tal maneira que não consegui fazer nem metade dos posts que previa por pura falta de tempo! Mas isso é provisório, em breve as coisas voltam ao normal)

Pois agora eu resolvi contar como esse blog surgiu e como eu o escrevo. Fica como curiosidade para os leitores e inspiração para aqueles que querem começar a escrever um blog. Vamos lá!

Continue reading “Como eu faço esse blog?”